segunda-feira, setembro 26, 2011

Como parar de roer as unhas! Dicas & truques!

Queridonas,hoje o post é sobre unhas como vcs viram no titulo do post!

Fazia um tempo que eu tava com vontade de fazer esse post por alguns motivos. Um deles é que recebo bastante e-mail de leitoras tristes porque roem as unhas e querem saber como fazem para parar com esse hábito que, por incrível que pareça, é mais comum do que a gente pensa. O outro, é que eu mesma, quando tinha meus 8, 9 anos de idade roía minhas unhas e sei bem como é angustiante ter que esconder os dedos dos outros de vergonha, tomar choque no chuveiro, enroscar as mãos em roupas etc…quem tem esse mau hábito, sabe dos muito problemas que unhas roídas trazem, né?
Por isso, tô bem feliz em fazer esse post. Não trago nenhuma solução mágica ou um produto revolucionário até mesmo porque não existem.
Parar de roer as unhas vai mais além de apenas um fato. Depende apenas e, exclusivamente de duas coisas: força de vontade e você querer!
Ontem perguntei no Twitter (segue aí, people!) se tinha alguém por lá que era ex-roedora de unhas e porque e como parou e pedi para me enviar o relato. Para minha surpresa, recebi mais de 100 e-mails em menos de meia hora! Todos com o mesmo título! Devorei todos rapidinho e fiquei surpresa ao perceber que a maioria parou com a mania feia assim como eu parei!
Antes de começar, dou à palavra à Wikipedia:
Por isso, tô bem feliz em fazer esse post. Não trago nenhuma solução mágica ou um produto revolucionário até mesmo porque não existem.
Parar de roer as unhas vai mais além de apenas um fato. Depende apenas e, exclusivamente de duas coisas: força de vontade e você querer!
Ontem perguntei no Twitter (segue aí, people!) se tinha alguém por lá que era ex-roedora de unhas e porque e como parou e pedi para me enviar o relato. Para minha surpresa, recebi mais de 100 e-mails em menos de meia hora! Todos com o mesmo título! Devorei todos rapidinho e fiquei surpresa ao perceber que a maioria parou com a mania feia assim como eu parei!
Antes de começar, dou à palavra à:
Roer unhas (também conhecido pelo seu termo técnico onicofagia ou roeção de unha) é o hábito de morder as unhas dos dedos das mãos ou pés durante períodos de nervosismo, ansiedade, stress, fome ou tédio. Também pode ser um sinal de desordens mentais ou emocionais. As crianças começam a roer as unhas por volta dos quatro ou cinco anos de idade. O termo onicofagia crônica é utilizado clinicamente.

Efeitos colaterais negativos

Roer unhas pode resultar num transporte de germes que vivem embaixo da superfície da unha até a boca. Como muitos patógenos têm a habilidade de viver dentro da unha, o hábito de roer unhas pode potencializar as chances de danos à saúde.
Um roedor de unhas compulsivo pode roer não só a unha, mas também a pele ao seu redor e a cutícula, possivelmente rompendo a pele. Uma pele rompida é suscetível a infecções oportunistas de micróbios e vírus. Esses patógenos podem se espalhar entre os dedos pela boca.
Roer unhas também pode ser negativo por restringir o uso das mãos. Um roedor de unhas compulsivo pode ter sua habilidade para trabalhar restringida (por exemplo, escrever, digitar, desenhar, tocar instrumentos de corda, dirigir) por causa dos estragos feitos às unhas ou à pele em volta.
Um longo hábito de roer unhas pode ocasionar desgaste do esmalte dos dentes incisivos, podendo gerar cáries nessas áreas.
Bom, nem preciso falar sobre os malefícios de roer as unhas, né? Fora o lado estético, também tem a parte da saúde que é totalmente afetada. Sem falar que é bem nojento! Imagina, pegamos em dinheiro o tempo todo, maçanetas de portas, canetas, etc…pensem no “vuco-vuco” de bactérias que levamos para a boca o tempo todo? Iewwww!
Como disse lá em cima, não há milagre. Nem fórmula mágica..tem que ter MUITA força de vontade, determinação e alguns truquezinhos básicos!
Eu parei de roer quando tinha uns 12 anos. Minha mãe vivia me dando bronca porque eu ficava com a mão na boca…mas para mim, era normal, porque eu não sabia que existia mão bonita em mim, so uma mão feia e com dedos cabeçudinhos hehehe – até que um dia ela me pegou e fez minhas unhas. Pintou com um rosinha clarinho (não lembro o nome, mas era da Colorama de vidrinho quadradinho!), tirou algumas pelinhas que eu puxava com os dentes e pronto. Fiquei encantada. Achei o máximo olhar para minhas mãos e achá-las bonitas! Lembro que a cada dia eu ficava olhando e vendo o quanto elas cresciam…então, do vício de ficar com a mão na boca, passei para o vício de fazer as unhas semanalmente e pintá-las sempre. Na época, eram só cores clarinhas, então, abusava dos branquinhos e rosinhas…infelizmente não tenho fotos do meu antes. :(
Curiosamente, esse “método” foi também o escolhido pela maioria das leitoras que me mandaram e-mail! Sem dúvidas, manter a unha feita e bonitinha ajuda e muito! Teve até leitora que fez o namorado parar de roer as unhas, acredita? Achei o máximo! hehe
Claro que o hábito de roer unhas está super ligado à ansiedade. Em casos extremos de onicofagia, o aconselhável é procurar um médido, ok?
Para quem tá bem disposta a largar essa mania feia e começar a ter unhas bonitinhas, preparei algumas coisas!
Manual basiquinho com algumas dicas:

Essa coisa de diário parece ser meio infantil, mas ajuda viu? Anotar os motivos da ansiedade, acompanhar suas recaídas e momentos de alegria passa a ser estímulo e estudo de controle da sua própria personalidade.
Acho que outra coisa que me ajudou e MUITO a parar de roer e querer cada vez mais com que minhas unhas ficassem bonitinhas, foi o fato de eu sempre reparar nas unhas dos outros! hehehe Eu sempre olhava primeiro para as mãos…e ficava boba quando a unha era bonita e colocava na minha cabeça que queria a minha daquele jeito…e isso ajuda. Ficava encantanda com as unhas da Eliana, Sandy e da Daniela Cicarelli! hehehe E também adoraaaaaava ver aqueles programas de madruga, de leilão de joias, sabe? Tem umas unhas lindas lá!

As unhas da Michèle são fenomenais e merecem 2, 3, 4 fotos na montagem hehehe
E também separei algumas imagens bem feias, chocantes e realistas de quem rói unha. Como a coisa é bem feia mesmo, preferi não deixá-la exposta…portanto, antes de roer sua unha aí, olha ISSO.
E, para terminar, separei alguns relatos que me mandaram por e-mail e Twitter..infelizmente não deu para colocar todos, escolhi os mais diferentes! Como disse, a maioria parou de roer quando começou a fazer as unhas, indo à manicure e tal(ok, fiquei super babona quem disse que parou quando conheceu o UB huhuhuh ?)



Teve a Flávia Durante também que parou depois que começou a ler blogs do assunto e bateu a vontade de usar esmalte colorido! A evolução das unhas dela é bem legal e pode ser vista aqui.
Também adorei o depoimento da Bárbara Vaz, que disse que achou o máximo quando percebeu que as unhas cotocos delas poderiam ficar bonitas de vermelho! Hoje ela desfila com unhas enormes e bonitas, olha só.
Portanto, para parar de roer as unhas um item é fundamental: você querer! Determinação é tudo na vida, gente, para tudo que realmente quisermos.
Não pensem que isso é blablabla…comecem a conversar com vocês mesmas, sozinhas…e trabalhem isso na cabeça…“vou parar, vou parar”. E tenho certeza que o mau hábito virará passado e você terá unhas e mãos bonitas!
  • Deixem o relato de vocês também nos comentários! O que ajudou você a parar, pode ajudar a outras! ;)



Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, fique a vontade para fazer comentários e criticas construtivas, só peço para não fazer comentários ofensivos e nem comentar em anônimo! Deixe seu link que irei retribuir a visita !