sábado, agosto 04, 2012

Índice de Make: Corretivo


Dando continuidade a série de posts sobre  nosso papo  hoje é sobre Corretivo. Se você não leu o primeiro post falando sobre Base, é super importante para entender o todo.

Ele pode se tornar seu grande inimigo se você não escolher cor e textura adequadas, e aplicar de forma certa. Ao invés de melhorar sua aparência, ele pode causar um estranhamento no visual! Então fica ligada.
O corretivo ajuda a corrigir pequenas imperfeições como olheiras, manchas, rosáceas, espinhas, pintas, vasinhos e cicatrizes. Ele não deve ser usado no rosto todo, apenas em cima dessas regiões que precisam ser corrigidas. E não se iluda… ele não cobre linhas de expressão (rugas) e relevos (espinhas), muito pelo contrário, se não for bem usado vai evidenciar ainda mais. Ele apenas ‘apaga’ a cor.
A indústria cosmética evoluiu muito, hoje temos uma variedade de texturas que são incríveis e capazes de realmente cobrir ou apagar tudo! Eles são mais densos e concentrados, por isso cobrem mais que as bases. Você encontra corretivos em diversas texturas: líquidos, em bastão, cremosos, em pó, em caneta com efeito iluminador, etc.
Eu prefiro aplicar depois da base, como complemento. Só aplico onde a base não conseguiu cobrir completamente, pois para mim o principal produto para uniformização é a base, então o corretivo vem como complemento. Ele deve ser depositado com cuidado e delicadeza, sem esfregar os dedos ou o pincel. Se você arrastar ou esfregar demasiadamente acaba marcando e destacando ainda mais a região. Faça uma aplicação gradual até conseguir a correção desejada.
Se forem usar os dedos aplique com leves batidinhas, de dentro para fora. A olheira é sempre mais acentuada no canto interno dos olhos, então comece de dentro e vá diluindo para fora. Com pincel específico é a mesma coisa, apenas faça movimentos curtos e não muito arrastados e longos.
Nos relevos, como espinhas, deposite uma quantidade em cima e depois dilua apenas ao redor, com cuidado para não remover o que está na parte mais alta. Normalmente quem tem olheira escura em baixo dos olhos, também tem em cima, na pálpebra. Aplique corretivo em cima também.
Não é a quantidade de corretivo que vai resolver seu problema e sim a cor, a textura e forma de aplicação. Nas olheiras, por exemplo, quanto mais produto você colocar, mais vai acentuar a região, pois essa parte do rosto é muito ‘flexível’, toda expressão facial que fazemos movimenta a região dos olhos e acaba acentuando e criando linhas de acúmulo de produto.
Acho meio perigoso colocar pó por cima do corretivo, pode pesas e deixar essa região com uma textura ‘grossa’ e fake.
O texto ficou longo, né? Deu sono? Então vai lá, pega um café que eu espero. Mas volta logo…
Para uma cobertura natural, escolha o corretivo no mesmo tom da pele. Ele não pode aparecer, as pessoas não precisam saber que você o está usando! Muitas mulheres acham que por terem olheiras escuras o corretivo deve ser mais claro, para compensar… no, no, no! Acaba ficando acinzentado e piora ainda mais o visual. Quando for comprar escolha a cor testando no rosto e, se possível, ‘se veja’ na luz natural.
Se quiser dar um efeito iluminador em baixo dos olhos, cuidado para não virar o famoso ‘panda invertido’, muito comum em revista de celebridades! Existem corretivos com efeito iluminador, que tem partículas reflexivas e são próprios para essa função. Usar apenas um corretivo mais claro pode ser desastroso.
No dia a dia, quando as manchas forem muito intensas (como uma olheira roxa e profunda) e você não tem muita habilidade, o ideal é apenas suavizar, pois se você aplicar muito corretivo a maquiagem pode ficar pesada, realçar e criar linhas embaixo dos olhos. Na luz natural do dia tudo aparece mais.
Quando for fazer um look básico e não quiser usar base, aplique apenas o corretivo, na cor da pele, em cima das regiões que quer corrigir.
A região dos olhos deve estar sempre hidratada para facilitar o espalhamento e a aderência do corretivo. Eu gosto muito da textura cremosa ou em pasta. Quando percebo que a região dos olhos está ressecada, tem volume ou linhas, diluo o corretivo com hidratante ou água, para conseguir um efeito mais natural e mão marcar.
Para pessoas de pela madura sugiro o corretivo líquido, pois ele não acentua as linhas de expressão, o que pode acontecer com os de textura mais densa.
E os tais corretivos coloridos, hem? Eles não são para todo mundo, apenas para quem tem olheiras num grau mais avançado. Podem ser vermelhos, verdes, amarelos, etc. E funcionam da seguinte forma: neutralizam uma determinada cor de olheira que está oposta a eles no círculo das cores, aqui entra a famosa teoria das cores!
Por exemplo: se você tem uma olheira arroxeada o corretivo amarelo é que vai neutralizar, e se você tem manchas avermelhadas, é o verde que vai entrar em ação! Primeiro você aplica o corretivo colorido e depois, por cima, outro na cor da sua pele.
Simples assim!

Bjão e até o próximo post da série, sobre Pó. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Olá, fique a vontade para fazer comentários e criticas construtivas, só peço para não fazer comentários ofensivos e nem comentar em anônimo! Deixe seu link que irei retribuir a visita !